domingo, 13 de janeiro de 2013

História dos Clássicos - FC Porto, sagra-se campeão em 1939 em jogo polémico frente ao Benfica

Jogo lendário
  1939
FC Porto 3 - 3 Benfica
 Campo da Constituição (Porto)

FC Porto: Soares dos Reis, Guilhar, Pocas, Carlos Pereira, Sacadura, Reboredo, Carlos Nunes, António Santos, Costuras, "Pinga" e Lopes Carneiro.

Benfica: Martins, Vieira, Gustavao, Gaspar, Albino e Francisco Ferreira, Barbosa, Rogério, Espírito Santo, Brito e Valadas.

Fig.1 - Golo anulado ao Benfica no último minuto de jogo.
Na constituição, Benfica e FC Porto disputavam o título de campeão da Liga. Jogava-se a última jornada e o FC Porto era líder com mais um ponto, estando o Benfica obrigado a vencer para se sagrar campeão nacional.  Na realidade, o FC Porto esteve sempre na frente do marcador, reagindo sempre sem demora a equipa encarnada, para restabelecer a igualdade no marcador. O golo, que seria o da vitória surgiu no último minuto, mas foi anulado pelo árbitro, alegando que Brito tinha agarrado Sacadura antes de meter a bola no fundo das redes de Soares dos Reis. Protestaram os benfiquistas, que se serviram de uma foto publicada pela Stadium para provar que o alegado prevaricador não tinha ninguém perto dele no lance e organizaram mesmo um festival de homenagem à equipa.





2 comentários:

  1. Espero que saibas que a partir disto não sigo mais o blog! :p

    ResponderEliminar
  2. Pouco mudou em 70 anos..

    ResponderEliminar